Sua empresa precisa de um software de recrutamento e seleção por 5 motivos.

Os profissionais que trabalham contratando pessoas para as organizações têm um trabalho difícil. Divulgar vagas, acompanhar as centenas de currículos e fazer todas as interações necessárias pode ser estressante, demorado e complicado. Também podem acontecer erros, além da grande quantidade de recursos consumidos. Diante disso, um software de recrutamento e seleção pode ser a melhor alternativa.

Elaboramos este artigo para que você fique por dentro de como funciona esse tipo de sistema e de quais benefícios ele pode trazer para os seus processos. Continue a leitura e confira!

O que é um software de recrutamento e seleção?

Basicamente, essa é uma tecnologia computacional que ajuda a gerenciar oportunidades de emprego e as pessoas que se candidatam a elas, aumentando a produtividade dos profissionais envolvidos no processo de seleção.

Em geral, softwares de recrutamento automatizam uma série de rotinas e atividades administrativas. Assim, eles facilitam o acesso à informação, na medida em que permitem a criação de bancos de dados complexos — algo que seria muito difícil de fazer utilizando formulários em papel ou mesmo planilhas eletrônicas.

Vários recursos disponíveis

A maioria desses sistemas serve para ajudar os recrutadores a encontrar e atrair profissionais, o que pode ser especialmente valioso para identificar candidatos passivos (aqueles que não têm o hábito de acompanhar a divulgação de vagas).

Algumas plataformas, por exemplo, impulsionam o engajamento dos candidatos ao otimizar a sua comunicação com recrutadores, fazendo com que todos permaneçam informados durante o processo de contratação. O que, por sua vez, ainda é capaz de melhorar as taxas de acerto da organização.

Esse tipo de software também pode fazer o trabalho de triagem e seleção, acelerando as escolhas a partir de parâmetros pré-definidos. Além disso, pode oferecer recursos de inteligência artificial, avaliações e relatórios objetivos para gerentes de área que disponibilizam as vagas.

Alguns sistemas podem ser utilizados já na contratação, fazendo a ambientação inicial daqueles que forem aprovados, melhorando sua experiência e facilitando sua inserção no trabalho. Isso é feito por meio de ferramentas de imersão que favorecem essa integração, tornando transição o mais suave possível tanto para os novos funcionários quanto para a empresa.

Quais são os benefícios do uso de software de recrutamento e seleção?

Como dissemos, um bom software de recrutamento pode otimizar bastante o processo de contratação de uma organização, melhorando a experiência dos seus recrutadores e dos candidatos ao tornar tudo mais rápido e eficiente. Seu uso não apenas economiza muito tempo para os gerentes e profissionais de RH, mas também facilita a contratação dos principais interessados que possam estar avaliando várias propostas de emprego.

Para os candidatos, especificamente, o software pode simplificar a jornada desde a inscrição até a efetivação, fazendo com que suas impressões sobre as empresas sejam as mais positivas. Assim, seja qual for o resultado, é mais provável que essa boa impressão faça com que eles recomendem a empresa aos seus amigos e familiares.

A seguir, vejamos com mais detalhes esses e outros benefícios de um software de recrutamento e seleção!

1. Aumenta a produtividade do recrutador

Ao usar métodos tradicionais de recrutamento, você costuma ficar preso no escritório, trabalhando com um computador e uma quantidade imensa de papéis. Com o uso de um sistema on-line, contudo, sua capacidade de realização aumenta consideravelmente.

Esse tipo de software costuma incluir tecnologia em nuvem, o que permite que os usuários se conectem usando seus dispositivos móveis, em tempo real. Só isso já torna tudo mais dinâmico e interessante.

2. Amplia o alcance social

Hoje, sabemos que o alcance social é extremamente importante em uma seleção. Justamente por isso, os softwares de recrutamento podem conectar sua empresa a redes como LinkedIn, Facebook e o Twitter, alcançando uma variedade maior de possíveis candidatos.

3. Reduz a execução de tarefas burocráticas

Existem muitas rotinas tediosas e repetitivas que precisam ser realizadas durante recrutamento. Isso inclui o preenchimento formulários, a primeira análise de currículos e o disparo de e-mails de convocação ou agradecimento pela participação, por exemplo. Pois um software é capaz de acelerar efetivamente todo esse processo, reduzindo o tempo necessário para concluir essas atividades.

Além disso, pode reduzir sensivelmente a quantidade de erros, na medida em que diminui a interferência manual ao automatizar diversas tarefas diferentes. Isso lhe dá um nível maior de controle e permite que você volte suas atenções para outros aspectos, como realizar entrevistas detalhadas ou revisar a lista de candidatos já filtrada pelo sistema.

4. Melhora a comunicação

Ao recrutar, é muito importante ter tempos de resposta rápidos e se comunicar efetivamente tanto com a sua própria equipe quanto com os possíveis candidatos. Nesse sentido, um sistema de recrutamento pode oferecer ferramentas muito úteis. Principalmente, é possível colocar todos os envolvidos no processo em um mesmo ambiente virtual, favorecendo a clareza e evitando ruídos ou mal-entendidos.

5. Ajuda as estratégias da empresa

Vários dos problemas que acontecem durante um recrutamento se dão por conta das estratégias de captação utilizadas pelas empresas. Muitas vezes, elas atraem o tipo errado de profissionais, gerando um descompasso entre os valores dos candidatos e a cultura do negócio.

Quanto a isso, ao utilizar um software de seleção você é capaz de analisar mais facilmente se as táticas adotadas estão sendo efetivas e, se for o caso, propor mudanças de forma mais rápida. Assim, é possível encontrar interessados que estão mais alinhados com o que você busca — algo que, em última análise, traz impactos diretos para as estratégias de uma companhia. Afinal, grandes talentos são necessários para manter a empresa competitiva no mercado.

Como escolher o software de recrutamento técnico certo?

Existe hoje um enorme conjunto de ferramentas de pré-avaliação no mercado, variando daquelas que apenas servem como suporte (algo um pouco mais avançado do que uma boa planilha, por exemplo) até sistemas mais completos, que ajudam a avaliação de aspectos culturais e permitem a realização de testes de capacidade cognitiva e de personalidade, dentre outros.

Essa escolha, é claro, dependerá primeiramente das necessidades e interesses particulares da sua empresa, além da quantidade de processos abertos periodicamente e do número médio de vagas divulgadas. Portanto, reserve um tempo para pensar, com a sua equipe, sobre a abrangência da solução de que vocês precisam.

Verifique também com a alta direção quais são as suas possibilidades de orçamento. Quanto mais funcionalidades você desejar, maior será o investimento — só não perca de vista a questão do custo-benefício.

Lembre-se ainda de que as experiências dos candidatos são muito importantes, pois estão diretamente relacionadas à sua capacidade, como empresa, de atrair talentos. Então, tenha empatia e se coloque no lugar deles. Faça testes e busque aquela alternativa que melhor preencha esses requisitos. Até porque, ao tornar o processo mais amigável e agradável, você também aumentará suas chances de ser reconhecido como um empregador atraente para outras possíveis contratações.

Por fim, verifique os tipos de relatório de cada sistema e a facilidade de extraí-los e de customizá-los — isso é fundamental, pois ajuda muito a sua tomada de decisão —, além de monitorar a reputação do fornecedor perante o mercado.

Então, gostou da leitura? Agora que você conhece os principais motivos pelos quais sua organização deve investir em um software de recrutamento e seleção, que tal conhecer também alguns tipos de testes psicológicos que podem ajudar a sua escolha de candidatos?