O que é o RH Ágil e como implementar essa metodologia?

O seu departamento de Recursos Humanos ainda anda debruçado em uma pilha de papéis? Ou já saiu na frente e está vagamente familiarizado com o conceito de gerenciamento de projetos “Ágil”?

Se esta é a primeira vez que você entra em contato com essa terminologia, fique tranquilo, nós vamos te explicar mais a fundo como essa ideia que surgiu na engenharia nos anos 80 funciona e como ela agiliza seus projetos em desenvolvimento.

Desde seu surgimento, o Agile foi adotado por diferentes tipos de indústrias e agora é uma das metodologias de gerenciamento de projetos mais conhecidas.

A metodologia ágil é baseada em princípios de colaboração e interação – dividindo projetos grandes e complexos em ciclos de trabalho mais curtos, entregues por equipes multifuncionais.

Basicamente, os projetos Agile concentram-se em “sprints”, que é o nome dado a cada um desses ciclos curtos de trabalho. Os Sprints duram por um período de tempo predeterminado e a cada progresso o trabalho é revisado e quaisquer revisões identificadas. Só então o próximo sprint pode começar.

Esses sprints sustentam, por sua vez, uma cultura de feedback e melhoria contínua, permitindo que as equipes reajam rapidamente às mudanças e que, assim, possam evitar que erros de grande escala sejam descobertos somente no final de um projeto.

O que é o RH Ágil?

Em essência, o RH Ágil (também conhecido como Agile RH) é simplesmente a aplicação da metodologia Agile no departamento de RH. Na prática, significa mais colaboração, menos planejamento linear, ciclos de trabalho mais curtos e menos foco na contribuição individual.

Em uma abordagem ágil, por exemplo, uma pequena equipe trabalharia em conjunto para projetar, desenvolver e entregar uma iniciativa de RH, ao invés de cada indivíduo trabalhar num projeto solicitado pela empresa.

De muitas maneiras, a forma com que os negócios estão evoluindo como um todo apoia naturalmente a introdução do RH Ágil. As estruturas organizacionais tornaram-se muito mais planas nos últimos anos, abrindo oportunidades para colaboração em todas as direções.

Essa colaboração também vai muito além do departamento de RH. Na prática, um elemento-chave da mentalidade Agile é que as soluções devem ser desenvolvidas de forma colaborativa com os clientes – e, no caso de RH, isso significa co-desenvolver soluções aplicáveis a todo ambiente corporativo.

Por onde começar com o RH Ágil?

Embora os princípios básicos do Agile sejam fáceis de serem entendidos, assimilar, suas técnicas e terminologias pode ser extremamente complexo e confuso. Nós da Selecty fizemos uma seleção sobre o que você precisa saber para começar a implementar essa metodologia em seu negócio:

  1. “Sprints” é uma das terminologias mais usadas dentro do Agile. Conforme você começa a conhecer mais a metodologia, também descobrirá Backlogs, Epics, Scrums e Standups – uma linguagem totalmente nova na qual a cultura Agile é construída. Algo que se tornou comum entre equipes de desenvolvimento de software.
  2. Embora seja importante saber o que tudo isso significa, é igualmente importante não ficar muito preso a esses elementos individuais. Uma dica é adotar os princípios do Agile sem necessariamente implementar todos os protocolos. Isso é geralmente referido como ‘Agile Light’.
  3. Um verdadeiro entendimento desses princípios pode ser obtido lendo o Manifesto Ágil. Você também deve investir algum tempo na busca de estudos de caso e ver como outras empresas e departamentos de RH incorporaram com sucesso os métodos Agile.
  4. Faça um “Business Case”: Como qualquer mudança significativa em uma organização, um caso de negócios sólido é necessário para ganhar adesão e quebrar a resistência. Para desenvolver um primeiro, você precisará ter foco nas metas finais – o que você está tentando alcançar ao adotar o RH Agile? Que impacto isso terá nos negócios? Pode ser útil para seu caso olhar para um projeto anterior que parecia inatingível (ou de fato não conseguiu decolar) e mostrar como uma abordagem ágil poderia ter produzido um resultado diferente.

Antes de começar, analise a estrutura interna

Ao discutir o potencial do RH Ágil internamente, procure dar exemplos sobre gerenciamento de projetos na prática. Algumas pessoas em sua empresa podem já estar familiarizadas a metodologias similares e, por isso, são importantes aliados na implementação de uma metodologia Agile.

Porém, se a sua organização precisa de mais experiências sobre o assunto, consultores ou até mesmo coaches externos do Agile podem fornecer o suporte e o conselho qual o seu negócio precisa.

Tecnologia que alavanca a metodologia

Sistemas inteiros foram construídos para dar suporte ao Agile que, agora, ganhou robustez com uma série de softwares e ferramentas projetadas para oferecer suporte à sua implementação.

Passar da fase ‘Agile Light’ para a adoção total exigirá, portanto, uma pesquisa cuidadosa para encontrar as ferramentas certas de gerenciamento de projetos Agile, bem como plataformas de software de RH capazes de suportar suas novas formas de trabalho.

Adotar a mentalidade Agile é apenas parte do desafio. As organizações também precisam de ferramentas adequadas para implementá-lo.

Portanto, deve-se levar tempo para implementar a tecnologia certa. Nesse sentido, a mudança para o Agile deve ser um projeto, não um sprint.

Conclusão

Embora tradicionalmente lento para adotar mudanças, o mundo do RH está começando a despertar para as vantagens que o Agile traz.

Trabalhos mais interativos e colaborativos promovem uma cultura de feedback e melhoria contínuos, permitindo que as equipes de RH possam implementar iniciativas que não estão desatualizadas no momento em que são lançadas.

Se você gostou desse artigo, compartilhe nas suas redes sociais e deixe seu comentário abaixo.