Cargos estratégicos: 3 dicas para reduzir riscos na contratação!

Os cargos estratégicos representam o topo de uma organização, sendo responsáveis pelas decisões mais importantes da empresa, as quais determinam as metas e os objetivos. Isso envolve análises ambientais, expansões, margens de lucro, escolha de mercados, avaliação de limitações e forças etc.

Devido à própria natureza desses cargos, bem como da complexidade e responsabilidade inerente aos profissionais que exercem tais funções, muitas perdas e conquistas empresariais são a consequência direta de seus esforços.

Pensando nisso, apresentaremos, ao longo deste artigo, 3 excelentes dicas a fim de ajudar a mitigar riscos na contratação de talentos que ocuparão cargos estratégicos em sua empresa. Boa leitura!

1. Ter um contrato detalhado das responsabilidades do cargo

Ter um contrato que demonstre de forma clara as responsabilidades do cargo é fundamental para reduzir riscos no processo de preenchimento de cargos estratégicos. Essa iniciativa permite abordar o máximo possível de situações previsíveis, delimitando precisamente as responsabilidades, os vínculos e os direitos dos novos contratados.

2. Fazer uma boa entrevista para conhecer o aspirante a funcionário

Um dos elementos primordiais para o sucesso de uma contratação é a entrevista. A sua equipe pode realizar um processo seletivo minucioso, com dinâmicas e testes, contudo, é durante as entrevistas que você vai entrar em contato com os candidatos de uma forma direta e clara.

Sendo assim, é necessário que as entrevistas sejam bem-preparadas, consistentes e focadas nas informações e dados mais relevantes. Para começar, uma boa ideia é traçar o perfil do cargo. Para tanto, tenha sempre em mente:

  • os benefícios oferecidos ao profissional selecionado;
  • as características pessoais imprescindíveis para trabalhar em uma função estratégica;
  • os requisitos e atribuições do cargo;
  • a missão e os valores da empresa.

Obviamente, nem todos esses dados devem ser divulgados para a inscrição de candidatos em seu processo seletivo. Todavia, você deverá analisar a compatibilidade dos candidatos com todas essas informações durante as entrevistas.

Os currículos devem passar por uma leitura inicial, uma vez que os documentos podem conter informações de grande importância, eliminando a necessidade de requisitá-las novamente ao longo das entrevistas.

3. Possuir um software de gestão capaz de mensurar indicadores de desempenho

Trata-se de uma solução altamente requisitada pelas organizações. Esse sistema é formado, basicamente, pela integração de programas que operam articulados entre si de forma completamente harmônica.

Destacam-se, entre as suas principais finalidades, a geração de dados e informações, bem como a automatização de processos para aprimorar o gerenciamento da empresa. Com um software de gestão capaz de mensurar indicadores de desempenho, também será possível:

  • integrar diversos setores da organização;
  • identificar novos talentos;
  • obter uma visão consolidada sobre os processos;
  • reduzir custos e otimizar lucros;
  • maior embasamento para facilitar as tomadas de decisão;
  • diminuir retrabalhos.

Essa ferramenta é crucial para estruturar estratégias efetivas, sólidas e capazes de serem efetivadas com relativa simplicidade, como acompanhar o desempenho de profissionais admitidos para ocuparem cargos estratégicos em sua organização.

Cumpre ressaltar, por fim, que por se tratarem de cargos de alto escalão, você deve se acostumar a utilizar todas as ferramentas possíveis para reduzir os riscos e escolher os melhores candidatos para o cargo estratégico.

Gostou do artigo? Quais medidas você tem tomado para garantir o êxito de contratações estratégicas em sua empresa? Deixe um comentário no post e divida conosco a sua experiência!