Como e por que elaborar um plano de descrição de cargos e salários?

As empresas já estão compreendendo a importância que têm seus funcionários e como uma relação transparente entre as duas partes facilita a produtividade e o profissionalismo. Entre os vários recursos para aumentar a clareza dos processos corporativos, está o plano de descrição de cargos e salários.

Essa descrição dá uma visão muito clara de como funciona o organograma e aumenta a confiança do colaborador, afinal, ele entende exatamente o que cada um faz e avalia suas possibilidades de crescimento.

Neste post, vamos explicar melhor o conceito, seus benefícios e como estruturar esse planejamento. Acompanhe!

O que é um plano de cargos e salários?

Podemos definir o plano de cargos e salários como uma estratégia que visa descrever as ocupações de cada colaborador e adequar a remuneração de acordo com suas atividades, de maneira justa. Esse planejamento, além de estruturar funções e responsabilidades, permite que o colaborador tenha uma perspectiva de carreira muito mais clara, ajudando na retenção de talentos.

Porém, não deve ser confundido com o plano de carreira. Enquanto o plano de cargos e salários é quase como um manual com todas as funções dentro da empresa, o plano de carreira é a estruturação do caminho que o funcionário deve percorrer para subir na hierarquia corporativa.

Quais são os benefícios de um plano de cargos e salários?

A definição de um plano de cargos e salários dá uma visão muito mais clara para a empresa e para o RH, que, em cima dessas informações, pode propor planejamentos de carreira e estruturar o organograma interno. 

Conheça os principais benefícios dessa prática.

Melhora o processo de recrutamento e seleção

Para fazer um recrutamento que realmente atenda às necessidades da empresa, é importante conhecer a fundo todas as competências exigidas para o cargo. Assim, é possível redigir um anúncio de vaga objetivo e eficiente.

Esse conhecimento também leva à definição de um perfil ideal, que pode ser usado como modelo na hora de selecionar os candidatos.

Vale a pena citar que o fit cultural é um elemento importante para contratações de qualidade, e que ele só pode ser obtido quando se conhece bem os valores da empresa e as características dos funcionários com melhor performance.

Permite a compreensão do funcionamento dos cargos

Ao definir exatamente o que cada um faz e quanto deve ganhar, a empresa consegue ter uma visão muito mais abrangente das funções individuais, se os salários são justos, quem está sobrecarregado ou com tempo livre etc.

Esse quadro abre aos gestores a possibilidade de realocar os colaboradores e montar equipes mais eficientes, com um uso consciente dos recursos disponíveis.

Aumenta a transparência em relação à hierarquia

A definição dos cargos e salários, como dissemos acima, não funciona como um plano de carreira, mas dá para a equipe uma visão importante do que cada colega faz dentro da empresa, e do que é necessário para a execução dessas funções.

Com isso, eles podem enxergar oportunidades para o próprio crescimento ou até mesmo trabalharem no desenvolvimento das competências necessárias e se candidatarem para uma promoção interna junto ao seu líder direto.

Favorece o employer branding

A descrição de cargos e salários demonstra organização e valorização dos colaboradores pela organização. Com isso, a imagem como empregadora é valorizada, o que chama a atenção dos melhores talentos do mercado.

Um bom employer branding ajuda a atrair inovação e conhecimento por meio da entrada desses profissionais, além de destacar a corporação diante da concorrência mesmo entre os consumidores.

Como elaborar uma descrição de cargos e salários?

Para a elaboração de um plano que descreva os cargos e salários da sua organização, você pode seguir os 4 passos abaixo.

Identificar todos os cargos e funções

Nessa primeira etapa é feita uma pesquisa de todos os cargos existentes na empresa e as funções que desempenham. Isso pode ser feito por meio de entrevistas ou questionários enviados a todos os colaboradores.

Assim, o RH pode obter uma descrição as atividades exercidas por cada um, o que vai servir de base para a próxima fase da elaboração do plano.

Estabelecer as responsabilidades e perfis de cada cargo

A partir da lista de cargos, é hora de entender quais são as responsabilidades de cada um. Em outras palavras, o RH deve levantar tudo o que cada colaborador faz dentro da empresa e, com isso, entender as competências necessárias para a ocupação de cada vaga. Vale lembrar que essas competências são técnicas e também comportamentais.

Esse levantamento é importante não só para conhecer melhor o funcionamento das equipes e definir os planos de descrição, como também tem grande utilidade na hora de recrutar e selecionar novos talentos.

Os funcionários também ficam mais cientes sobre o que cada ocupação representa e podem decidir se aceitar uma promoção é uma decisão vantajosa.

Consultar o mercado e o sindicato

Fazer uma pesquisa para entender os valores de remuneração que estão sendo praticados para cada cargo é essencial para que a sua empresa se mantenha na média ou até mesmo consiga oferecer uma proposta mais interessante, que atraia os melhores talentos.

Para isso, consulte os salários pagos pelos concorrentes. Cheque também os sindicatos de cada categoria, a fim de ter uma tabela bem definida dos salários a serem pagos.

Divulgar o plano de cargos e salários

Com o plano já montado, é o momento de divulgá-lo para os funcionários, assim como esclarecer qualquer dúvida que possa surgir. Isso vai manter os colaboradores alinhados com a política da empresa e cientes das obrigações e benefícios.

Para os profissionais que estão entrando na empresa, esse plano deve ser informado durante o recrutamento e seleção, assim eles terão um entendimento claro sobre a organização e mais segurança na hora de aceitar o novo cargo.

Fazer a descrição de cargos e salários é uma excelente oportunidade para a empresa se atualizar e se posicionar no mercado, além de demonstrar seriedade com seus processos internos. Isso também ajuda a afastar boatos sobre favoritismos ou funcionários que recebem altos salários sem o devido merecimento, fortalecendo a imagem corporativa.

E você, tem um plano de descrição na sua empresa? Comente no post o que acha da prática e se pretende implantá-la onde trabalha!