Vídeo entrevista: como usar esse recurso nos processos seletivos?

O setor de Recursos Humanos (RH) é o responsável por grande parte do desenvolvimento de uma organização. Afinal, é por meio das decisões vindas dos profissionais desse setor que as vagas em aberto são preenchidas.

Realizar um processo seletivo bem estruturado acelera o processo e auxilia a escolha dos melhores talentos para a empresa. Mas, para que isso ocorra, é muito importante utilizar as ferramentas adequadas — e, hoje, uma delas é a vídeo-entrevista.

Neste artigo, vamos mostrar como ela funciona, quais são os seus benefícios, porque adotar esse recurso e conhecer alguns tipos. Quer conhecer um método inovador que pode alavancar o setor de RH da sua organização? Então, continue lendo!

O que são vídeo-entrevistas?

Sabemos que, nesta época de plena transformação digital, novas tecnologias continuam a surgir e ser empregadas tanto por empresas quanto por candidatos, que buscam trabalhar em uma companhia renovada e que valoriza os seus colaboradores. Diante disso, é ideal que o setor de Recursos Humanos se mantenha atualizado em todas as suas atividades.

Um dos recursos que ganha cada vez mais espaço nesse sentido é a vídeo-entrevista. Ela favorece um diálogo direto e em tempo real entre o gestor do RH e o candidato, sem que ambos precisem estar no mesmo lugar durante essa etapa do processo seletivo.

Como elas funcionam?

Essa nova forma de avaliação é muito flexível, pois depende do tipo de entrevista que ficou acordado entre o entrevistador e o candidato. Na maioria das vezes, o gestor de RH agenda um horário que seja favorável para ambos. Afinal, o entrevistado também precisa estar preparado, já que a apresentação pessoal será um dos pontos a serem observados.

Ambos devem ter imagem e áudio nítidos no momento da entrevista, de modo que as perguntas e respostas sejam compreensivas e os gestos também possam ser avaliados. O candidato, no entanto, deve prestar atenção especial nessa fase, já que ele é que será observado. É muito importante que esteja em um local com boa luminosidade, sem incômodos de sons ou qualquer coisa que possa interromper o processo.

Ainda assim, esse é um sistema de seleção bem democrático. A via utilizada deve ser de boa qualidade para todos — de nada adianta o recrutador estabelecer uma entrevista via Skype, por exemplo, se o candidato não tem acesso a essa ferramenta.

Quais são os benefícios de utilizar esse recurso?

Não há dúvida de que as vídeo-entrevistas estão aperfeiçoando os processos seletivos das organizações e trazendo resultados espetaculares, tanto para as instituições (como acelerar o processo seletivo e miniminizar os custos) quanto para os próprios candidatos. Vejamos, a seguir, alguns deles!

Reduz o tempo do recrutamento

Todo processo seletivo leva algum tempo para ser concluído, gerando certo custo para a empresa. Por isso, cabe ao responsável do setor de Recursos Humanos estabelecer métodos que tragam celeridade ao recrutamento dos novos colaboradores — e a vídeo-entrevista é um deles.

Powered by Rock Convert

Ao acelerar a admissão do candidato e o introduzir com mais brevidade à vaga aberta, ela garante que o andamento das atividades do setor volte à normalidade muito mais rápido. Vale dizer, contudo, que ela pode (e deve) ser adaptada a cada etapa do funil, para que o concorrente esteja bem informado do momento em que deve participar.

Aumenta a eficiência do candidato na próxima etapa

A etapa de entrevistas é uma das mais importantes em um processo de seleção e recrutamento, pois avalia características essenciais do candidato, como perfil em relação à cultura organizacional, desenvoltura, demonstração de proatividade etc. Todos esses pontos podem ser igualmente avaliados em vídeo-entrevista, permitindo uma resposta imediata do avanço desse candidato para a próxima etapa do processo seletivo.

Quais são os tipos de vídeo-entrevistas?

Agora que já vimos por que essa ferramenta vem otimizando o setor de Recursos Humanos, alavancando o processo seletivo, é hora de conhecer os tipos de vídeo-entrevista e como utilizá-los adequadamente na sua empresa.

Via Skype

Essa é uma das ferramentas mais comuns para vídeo-entrevistas, podendo ser usada até em dispositivos como tablets ou smartphones. O mais indicado, no entanto, é utilizar um notebook, que proporciona uma visualização mais ampla dos interlocutores.

De toda forma, a câmara do Skype precisa ser ajustada previamente, pois existe um padrão para entrevistas. O candidato deve aparecer enquadrado do ombro para cima, sempre na posição horizontal e com o olhar direcionado para a câmara.

Via WhatsApp

Entrevistas por WhatsApp precisam de um aviso prévio ao candidato, com a confirmação de um horário acessível para ambos. Também é interessante usar um tripé para o celular, para que não haja movimentos bruscos durante o vídeo.

Em geral, essa etapa pode ser feita de três formas:

  • videochamada — pode ser realizada de qualquer lugar, desde que se observe fatores como o plano de fundo, a qualidade do áudio e a posição e distância da pessoa em relação ao aparelho;
  • vídeo gravado — nesse caso, as perguntas são enviadas com antecedência, para que o candidato as responda em forma de vídeo. Isso dá a possibilidade de o entrevistador compartilhar o vídeo com o chefe do setor da vaga disponível, cuja opinião será determinante para essa admissão;
  • videoconferência — o candidato deve observar se a sua internet e áudio estão funcionando bem, além de observar a sua distância do computador. Também é indispensável que o entrevistado tenha todas as informações profissionais na memória, para não se contradizer ao responder, além de observar o seu tom de voz e gesticulação.

Via software específico

Contar com um software de qualidade em sua organização é uma boa forma de otimizar todas as fases do processo seletivo, inclusive a etapa da entrevista. Hoje, sistemas que possibilitam vídeo-entrevistas tornam tudo isso mais confortável, para o recrutador e para o candidato), sem contar a diminuição de custos e de tempo.

Seja qual for o método escolhido, contudo, lembre-se de que muito é importante fazer um contator prévio com o candidato para saber a quais recursos ele tem acesso.

Enfim, como podemos ver, existem inúmeras formas de entrevistar o candidato atualmente, e conhecer todas elas traz benefícios para o desenvolvimento da sua empresa. A vídeo-entrevista é capaz de otimizar as atividades do setor de recursos Humanos, e ainda expande o seu nome no mercado como uma ótima organização para trabalhar.

Gostou da leitura? Então, aproveite para assinar a nossa newsletter e receba mais conteúdos como este diretamente em seu e-mail!