Descubra o que é headhunter e seu papel na empresa

Como as organizações podem recrutar os melhores talentos? A pergunta faz parte do dia a dia de grande parte dos RHs. E não é para menos. Afinal, é cada vez mais comum a competitividade por bons profissionais no mercado, sendo necessário mais do que boa remuneração e benefícios para atrair os profissionais certos. Diante disso, a posição estratégica do headhunter é considerada um diferencial. Mas, afinal, o que é headhunter?

Neste artigo, explicaremos mais sobre o papel desse profissional no recrutamento, especificidades da carreira e outros detalhes. Confira!

O que é headhunter?

O primeiro headhunter de que se tem notícia data da década de 1920. Aliás, o profissional norte-americano que deu origem à profissão, Thorndike Deland, era o responsável pelo recrutamento de profissionais para ocupar cargos em instituições privadas e governamentais. Com o tempo, a posição se tornou cada vez mais estratégica, tendo um impacto direto na maneira de recrutar.

Basicamente, podemos traduzir o termo headhunter, como “caçador de cabeças”, ou seja, um profissional que procura de fato os talentos. O papel dele é identificar profissionais capacitados, tanto em termos técnicos quanto comportamentais, que sejam capazes de atender às demandas de uma organização.

A criação da profissão foi uma maneira que as empresas encontraram de ocupar os cargos estratégicos internamente. Por isso, a princípio, o headhunter se concentrava em recrutar talentos como executivos, gestores e especialistas.

Com o tempo, as empresas viram que a atuação do headhunter poderia ter um impacto positivo e certeiro em outras áreas, mesmo naquelas mais técnicas. Foi então que a demanda por esse profissional passou a ser maior, justamente por reduzir o tempo de recrutamento, bem como os custos e as próprias falhas nas contratações.

Quais as diferenças entre recrutador e headhunter?

O recrutador e o headhunter não são a mesma pessoa? Nem sempre. Na realidade, a atuação de ambos é bastante distinta e é preciso entender isso para que a empresa possa de fato aproveitar a atuação do caçador de talentos, bem como de seu RH.

Captação de candidatos

Tradicionalmente, o RH divulga uma vaga e espera receber currículos para aquela ocupação. No caso do headhunter, a história muda. O profissional atua ativamente na captação de colaboradores estratégicos para a organização.

Isso significa que ele vai à procura na sua rede de contatos de perfis que se encaixem nas especificidades do cargo em aberto. Há todo um trabalho de pesquisa, aliás, o valor de um headhunter está embasado em guiar e prover insights estratégicos para uma contratação de sucesso.

Trabalho analítico

A análise é algo marcante no cotidiano do headhunter. Mais do que checar o que foi solicitado pelos gestores, o trabalho desse profissional exige uma pesquisa e identificação de competências não só técnicas, mas também comportamentais, que sejam compatíveis com o cargo em questão.

É por esse motivo que ele busca junto aos candidatos cases de sucesso em seus últimos cargos, conhecer mais o dia a dia no qual está inserido, o seu modo de trabalho. Afinal, é preciso saber a compatibilidade da experiência com o que a organização exige (ou exigirá) no futuro.

Acompanhamento pós-contratação

Engana-se quem pensa que o trabalho de um headhunter termina com a contratação do profissional. Um dos seus maiores diferenciais é justamente o acompanhamento do contratado na sua fase de adaptação corporativa.

Ou seja, há todo um trabalho de auxílio e adaptação à cultura da empresa. O headhunter atua como uma espécie de coaching; assim, o contratado passa por um processo mesmo de mentoria sobre como se adaptar melhor ao novo ambiente de trabalho, extenuar as suas competências técnicas e pessoais, dar feedbacks programados, entre outros.

Por que a minha empresa deveria contratar um headhunter?

Depois de entender o que é headhunter e seu impacto na hora da contratação, é hora de conhecer alguns bons motivos para contar com a atuação desse profissional.

Networking

O headhunter já vem com uma bagagem de mercado e expertise que permitirão agregar valor instantaneamente ao processo de recrutamento e seleção dentro da empresa. Isso se deve especialmente ao seu networking, ou seja, à rede de contatos.

Devido ao seu trabalho na área e por ter um status estratégico, esse tipo de recrutador costuma ter experiência com outras contratações específicas. Dependendo do tempo de atuação, ele terá uma lista de contatos que o ajudarão a encontrar o profissional perfeito para a sua organização.

Foco

Geralmente, quando existe uma equipe de RH interna, ela tem uma série de tarefas além dos processos seletivos, como treinamento de colaboradores, emissão de folha de pagamento, feedbacks e outros.

A contratação do headhunter tem um foco maior só no processo de seleção e contratação. Consequentemente, isso permite ao profissional fazer análises mais apuradas dos perfis, estudar as estratégias corporativas e alinhamentos dos candidatos, além de tornar o recrutamento mais especialista e pontual.

Insights

O trabalho de um headhunter tem muito mais a ver com a estratégia do que qualquer outra coisa. Por isso, se a sua empresa quer ter uma nova visão de mercado e obter insights sobre os processos de aquisição de talentos, a contratação desse serviço é a melhor forma de atingir o objetivo esperado.

Por exemplo, o headhunter é capaz de dizer como o seu processo de seleção está estruturado em relação a outras empresas, quais lacunas precisam ser preenchidas com mais urgência, que tipo de demanda os talentos têm hoje e uma série de outras questões. A sua atuação acaba atingindo um status de consultoria, o que é muito positivo no mercado competitivo atual.

Claro que a contratação de um serviço externo pode custar mais a princípio. Porém, os benefícios com essa parceria podem ser aproveitados por um longo espaço de tempo. Consequentemente, a empresa tende a ter mais eficácia estratégica e a aumentar sua competitividade de mercado, características fundamentais no contexto atual.

O conceito sobre o que é headhunter se aproxima bastante de um recrutador com viés estratégico. O futuro de um profissional com essa especialização é cada vez mais promissor, especialmente pelo valor agregado por eles às organizações, trazendo mais segurança e confiança.

E então, o que você achou do nosso artigo? Ainda tem dúvidas sobre o trabalho do headhunter ou sobre o melhor momento para contratá-lo? Deixe o seu comentário!