6 principais processos de gestão de pessoas de uma empresa!

A área de RH atingiu um patamar estratégico e essencial nas organizações nos últimos anos. Isso aconteceu motivado pelo impacto que o capital humano passou a ter em todas as ações corporativas, afinal, uma empresa não consegue crescer se não tem uma equipe bem preparada tecnicamente. Logo, para garantir que o grupo esteja alinhado da maneira correta, é preciso investir em bons processos de gestão de pessoas.

A adoção de certas práticas no RH ajuda na melhoria considerável do desempenho do negócio como um todo. Pensando nisso, mostraremos a seguir alguns dos principais processos do setor de RH, como geri-los e monitorá-los. Confira!

O impacto na organização

Ao falar sobre os processos de gestão de pessoas, podemos defini-lo como algo desafiador. Primeiro, ele precisa ter um alinhamento que seja benéfico tanto para o colaborador quanto para a empresa. Segundo, as pessoas têm perfis profissionais distintos, o que exige um modo de atuação diferenciado e que possa atender a todos os grupos. O fato é que a empresa não pode negligenciar nenhuma das partes, especialmente quando há talentos envolvidos.

Ter processos estruturados ajudará a ganhar mais relevância de mercado, o que impacta não só a competitividade de mercado, como também o atendimento às necessidades dos consumidores mais exigentes. Além disso, são construídas equipes mais competentes e motivadas na busca por resultados, sem contar a maior possibilidade de retenção de talentos, melhores treinamentos e planos de carreira qualificados.

Os principais processos de gestão de pessoas

O modo como as empresas trabalham a gestão de pessoas vem passando por grandes transformações. Diante disso, é importante entender de que forma os processos são organizados e como eles podem ser aperfeiçoados ao longo do tempo. Descubra, a seguir, quais os principais procedimentos e como trabalhá-los na sua organização.

1. Agregar

No caso das empresas, agregar significa inserir novos colaboradores no ambiente corporativo, contando para isso com os processos de recrutamento e seleção como base. A ideia é atrair talentos para o quadro de funcionários e impulsionar a estratégia empresarial.

Diante dessa importância, o preenchimento de qualquer posição de trabalho deve ser feito com a atenção devida, tendo para isso um cuidado minucioso em identificar, atrair e selecionar o profissional mais adequado às suas expectativas de acordo com seus conhecimentos, habilidades pessoais e interpessoais necessárias para desempenhar aquela função com a melhor performance.

2. Aplicar

O processo de aplicação de pessoas é a integração delas ao ambiente corporativo. Ou seja, adaptá-las ao trabalho e ajudá-las no seu desenvolvimento por meio de treinamentos personalizados. Para isso, é necessário delimitar os cargos dos colaboradores, a fim de orientá-los sobre as suas principais funções.

Vale lembrar que é nessa fase que acontece a inserção da pessoa à equipe e que são feitas as avaliações de desempenho. O gestor precisa estar atento ao comportamento dos colaboradores contratados tanto na parte técnica quanto comportamental, para definir a boa performance e o que precisa ser feito para atingir o mesmo nível da equipe que já está em operação, agregando valor a ela.

3. Recompensar

A recompensa por um bom trabalho serve de motivação para que o colaborador continue desenvolvendo seu trabalho da melhor forma possível. Por esse motivo, o ato de recompensar é um dos principais processos de gestão de pessoas. Ele é o responsável por satisfazer todas as necessidades do colaborador dentro da organização.

Isso inclui desde a concessão de uma remuneração justa, benefícios e direitos até outras questões, como preocupação com a realização pessoal do profissional. O respeito e o reconhecimento do trabalho realizado são as melhores maneiras de incentivar uma pessoa a desempenhar suas funções da melhor forma. Consequentemente, isso reduz as chances de que ela saia da empresa, refletindo na taxa de turnover.

Por isso, o gestor precisa estar atento aos anseios do time, a fim de utilizar as melhores estratégias para que ele possa se sentir motivado dentro da organização, fazendo um trabalho que gere os resultados esperados.

4. Desenvolver

Como o próprio nome sugere, o ato de desenvolver envolve basicamente o aperfeiçoamento técnico e o treinamento dos colaboradores de acordo com as competências julgadas essenciais dentro da empresa. A ideia é garantir a capacitação constante da equipe e seu alinhamento com as demandas do mercado consumidor.

O processo visa garantir que os profissionais estejam atualizados. Vale lembrar que, no contexto mercadológico atual, tanto a mudança quanto o crescimento das pessoas deve ser trabalhado de forma contínua. As ações também devem incluir programas de desenvolvimento pessoal que reforcem o plano de carreira individual de cada colaborador.

5. Manter

Entre os principais processos de gestão de pessoas, está a permanência de colaboradores. O objetivo dessa fase é criar condições favoráveis não só no ambiente corporativo, mas também no aspecto psicológico, para que os colaboradores fiquem na empresa por um longo espaço de tempo.

Portanto, a gestão deve se preocupar com a cultura organizacional que rege o ambiente. Para isso, é preciso focar na segurança do trabalho, promover a qualidade de vida e impulsionar as boas práticas profissionais, como comunicação entre equipes, administração da disciplina, manutenção das relações entre colaboradores e outros.

6. Monitorar

O monitoramento é um processo que tem por objetivo fazer o acompanhamento das atividades realizadas pelos profissionais e resultados por elas apresentadas. Para isso, é preciso controlar tudo o que os profissionais têm feito; assim, é essencial manter um banco de dados gerenciais para ter uma visão ampla sobre o que cada um dos colaboradores tem alcançado.

A ideia é garantir que a manutenção do comportamento dos funcionários seja sempre positivo. Ou seja, alinhá-los segundo os valores e os preceitos da empresa, garantindo assim o alcance dos objetivos pré-determinados no plano estratégico do negócio.

Se considerarmos a importância dos profissionais nas organizações atualmente, estabelecer bons processos de gestão de pessoas é o primeiro passo para garantir que esses colaboradores sejam aproveitados e a organização alcance os resultados desejados. A adoção de um posicionamento estratégico é capaz de reforçar uma evolução ainda maior.

Para que isso aconteça, é necessário um bom planejamento. Por isso, separamos um conteúdo do nosso blog sobre a elaboração de um plano de RH eficiente